Site Autáquico - Câmara Municipal de Monção

Monção

Fale Connosco
> Monção > Freguesias > Troporiz e Lapela
Troporiz
Monção


Troporiz dista 4 km da sede do concelho. Confronta com Cortes e rio Minho, a norte, Mazedo, a nascente, Pinheiros, a sul, e Lara e Lapela, a poente. São seus lugares principais: Igreja, Souto, Laje, Rebouça, Alho e Giesteira. O topónimo "Lage" indica a presença nesta freguesia de Megalitismo. Em Troporiz deveriam ter existido as chamadas "mamoas" ou antas que eram construções sepulcrais para imunações colectivas, constituídas por uma câmara formada por grandes esteios e fechada superiormente por uma ou mais lajes horizontais, cobertas por terra ou pedras que a erosão poderá ter removido. Foi uma das freguesias iniciais da terra medieval da Penha da Rainha e aparece documentada (Santa Maria de Troporiz) desde o século XIII. Foi vigairaria da apresentação do mosteiro de S. Fins de Friestas, pertença da Companhia de Jesus e, mais tarde, da Universidade de Coimbra. Por aqui corre, veloz, o Gadanha, marginado por muitas azenhas desfeitas e moinhos abandonados, símbolos de uma tecnologia tradicional que parece ultrapassada.

Orago
Santa Maria dos Anjos

População
270 habitantes

Atividades económicas
Agricultura e pecuária, vinicultura, comércio e pesca fluvial

Festas e Romarias
Senhora do Livramento (8 de Setembro)

Património cultural e edificado
Igreja paroquial e ponte

Outros locais de interesse turístico
Moinhos no rio Gadanha e foz do Gadanha com o rio Minho

Gastronomia
Trutas à moda de Troporiz e cabrito assado

Lapela
Monção


Situada na margem esquerda do rio Minho, dista 6 km da sede do concelho. Há referência a uma povoação "Lapella" num documento de doação do couto local feita por D. Afonso Henriques ao arcebispo de Braga, no ano de 1166 (1128 da nossa era). Sobre a Torre de Lapela, refere Pinheiro Chagas, na sua "História de Portugal", que ela é o "resto de um velho castelo" estilo militar do século XII, destruído em 1709 para as obras de defesa de Monção. Lapela foi repovoada no ano de 1208 no reinado de D. Sancho I, e a construção do castelo terá começado em 1130. As armas voltadas para Espanha são, provavelmente, do reinado de D. Fernando.

Orago
S. Lourenço

População
223 habitantes

Atividades económicas
Agricultura e pecuária, vinicultura, pequena industria, pequeno comercio e pesca fluvial

Festas e Romarias
Lourenço (10 de agosto) e S. Bento (11 de julho)

Património cultural e edificado
Igreja paroquial e Torre de Lapela

Outros locais de interesse turístico
Margens e Ínsua do rio Minho

Gastronomia
Lampreia, sável, truta e salmão



Mais informações em www.troporiz-lapela.com