Site Autáquico - Câmara Municipal de Monção

Monção

Fale Connosco
> Notícias > “A VACINAÇÃO REFORÇA A ESPERANÇA E A CONFIANÇA NO FUTURO”

“A VACINAÇÃO REFORÇA A ESPERANÇA E A CONFIANÇA NO FUTURO”

11.03.2021

Cumprindo-se o Plano Nacional de Vacinação, o processo de vacinação no nosso concelho iniciou-se no passado dia 25 de fevereiro, decorrendo com total normalidade.

O Centro de Vacinação, no Pavilhão Desportivo de Monção, começou a funcionar no dia 25 de fevereiro, pelas 9h30. Pontual, Manuel Loureiro, 95 anos, feitos no sábado anterior, natural de Moreira, foi o primeiro a entrar. Com mobilidade reduzida, vinha acompanhado da sua filha. Medida a temperatura e com as mãos higienizadas, confirmou, na receção, a data e hora marcada pelo Centro de Saúde de Monção, passando, posteriormente, pela sala de triagem e pela Box 1, onde recebeu a primeira vacina contra o COVID 19. Depois, descansou meia hora na sala de recobro e, à saída, denotava um semblante de satisfação: “É uma coisa boa. Estou bem e aliviado” disse, mostrando-se "surpreendido" e "agradado" por ter sido "a primeira pessoa a receber a vacina".

Maria José Guimarães, 86 anos, a enfermeira mais antiga de Monção, foi uma das pessoas inoculadas no primeiro dia. Conhecida por muitos monçanenses e profissionais de saúde, que reconhecem na “Menina Zézinha” uma referência da enfermagem no nosso concelho, fez questão de registar este momento. E deixou uma breve mensagem: “A vacina é muito importante para vencermos o vírus”.

Estava dado o ponto de partida para um processo que, desde então, tem decorrido com total normalidade. Até ao momento, num total de cinco dias (25/26 de fevereiro e 4/5/11 de março), foram aplicadas 984 vacinas a pessoas com mais de 80 anos e a pessoas entre 50 e 65 anos, portadoras de doenças relacionadas com insuficiência cardíaca, doença coronária, insuficiência renal crónica e doença pulmonar crónica.

Neste processo, evidencia-se a competência dos profissionais de saúde, das equipas de bombeiros e dos funcionários da autarquia, bem como o sentido de responsabilidade e a postura cívica dos utentes. Com civismo e responsabilidade, têm cumprido todas as medidas e recomendações. 

A marcação dos utentes é efetuada, telefonicamente, pelo Centro de Saúde de Monção, o qual comunica ao utente o dia e a hora em que deve dirigir-se ao Centro de Vacinação. O acesso apenas é permitido aos utentes com marcação definida, podendo, em caso de mobilidade reduzida, ser acompanhados por um familiar.

O que diz António Barbosa, Presidente da Câmara Municipal de Monção

“A vacinação reforça a esperança e a confiança no futuro. Trata-se de um processo importante para ultrapassarmos um obstáculo muito difícil que causa mágoa às famílias, condiciona os nossos comportamentos e fragiliza a economia local. Há muitos fatores externos à nossa vontade, contudo, tudo faremos para que o processo de vacinação na nossa terra decorra com eficiência e celeridade. Os primeiros dias foram exemplares e, estou certo, que assim continuarão no futuro.
O centro de vacinação está preparado para oferecer conforto e segurança aos utentes. Quero reconhecer e agradecer, publicamente, o extraordinário trabalho feito pelos profissionais de saúde, bombeiros e funcionários da autarquia”.